Luiz Ceara

Arquivo : janeiro 2012

Um goleiro para Leão.
Comentários 58

Luiz Ceará

Li que Leão quer outro goleiro caso Rogério Ceni tenha mesmo que ser operado. Ele, por isso, poderá ficar até seis meses sem jogar.
Leão disse: ”quero um goleiro jovem, que tenha uma base e que venha para ficar uns dez anos no SP, e que seja rodado. Estou com os pés no chão e vou esperar. Caso ele tenha que ser operado, vou pedir sim”.
Estranho. Pensei que Denis seria o escolhido, pela trajetória que tem no tricolor. Caso Leão não saiba, Denis foi titular da Ponte Preta, que é uma escola de goleiros. No São Paulo já jogou Valdir Peres. No Corinthians Carlos, no Santos Wilson, na Portuguesa Moacir. Todos grandes goleiros. Então não entendo a conversa do Leão, principalmente porque ele foi também um goleiro dos melhores embora não saísse com as mãos nos pés dos atacantes com freqüência e tenha cometido o pecado de contribuir com o titulo do Guarani no momento em que deu um tapa na cabeça de Careca e aí tenha cometido pênalti. O bugre foi campeão brasileiro em 78.
Leão não deve se lembrar muito de quantas vezes falhou, para julgar Denis incapaz de ser goleiro titular do São Paulo.
Aí tem duas coisas.
Primeiro, Leão quer um enfrentamento com Rogério Ceni ao preterir Denis que treina com ele e que está sendo preparado para substituí-lo.
Segundo, ele não gostou de ver Denis treinando e por isso quer outro goleiro.
Nas duas, ele vai arrumar problemas no SP. É só esperar.

Tags : Leão


Viva os Estaduais.
Comentários 10

Luiz Ceará

Se amigo do Blog me perguntar o que achei da rodada de estréia do Paulistão eu vou responder que me amarro nos estaduais. Já disse isso aqui e repito. Os Campeonatos Estaduais são românticos e mostram que o futebol está cada vez mais pobre no interior do estado.
O que? Tá maluco Ceará? Fala que gosta, que é romântico e diz que é pobre?
Reafirmo que pelo que eu sei, Guaratinguetá não tem chance, o Mirassol muito menos, o Botafogo se enganou ao contratar tantos jogadores sem qualidade. Vai sofrer. E por aí vai. Ponte Preta, Bragantino e Guarani farão participações especiais e a Lusa em quem eu depositava mais, foi menos.
No final vai dar Santos e Corinthians. O São Paulo vamos ver ainda, porque ficou claro no jogo contra o Botafogo que existe briga para quem vai chutar a gol. Luiz Fabiano gritou o tempo inteiro com seus companheiros de ataque. Assim não dá mesmo. Leão vai ter trabalho com os egos. E o Palmeiras é uma incógnita. Por quê? Porque Barcos ainda vai entrar no time a aí é outra coisa na frente. Ele não vai fazer a gracinha que o centroavanteRicardo Bueno fez na frente do goleiro, tentando uma cavadinha que deu em nada. Barcos não perdoaria o goleiro do Bragantino. Ia pro gol. Então vamos esperar o Palmeiras.
Pra finalizar não concordo com Campeonato de mata mata. Gosto do ponto corrido, porque ganha quem mata mais.
É só, e viva os estaduais.

Tags : Paulistão


Adriano, me perdoe. E seja feliz.
Comentários 48

Luiz Ceará

Gostaria de escrever coisas mais alegres, contagiantes. Elas estão por aí. Acordar pela manhã. É muito bom, porque você pode desencarnar no sono. Já pensou nisso?
Suas contas estão acabando com sua saúde, mas ela vale muito mais que as contas. Por um único momento hoje, você refletiu sobre isso? Não é para dar cano e não pagar nada, mas é para dar mais valor pra você mesmo, sorrir mais, abraçar mais seus amigos e perdoar seus inimigos. A conta você vai pagar trabalhando, se estiver vivo.
Ôpa! O que? Perdoar meus inimigos? Sim, mas primeiro você precisa exercer o perdão diante do seu espelho mental. Se perdoar por ser tão egoísta. Ou você não quer tudo só pra você na maioria das vezes?
Eu estou falando isso porque sou assim como você, com uma diferença. Estou fazendo aquilo que disse aí acima. Pensei no que fiz de errado e comecei a pedir perdão. E fui evoluindo para meus principais desafetos e depois descendo.
Estou melhor que já fui. Eu não era bom para meus filhos e nem para meus pais. Não era bom para minha mulher nem para meus amigos. Não trabalhava bem.
Então, quem era eu?
Era um cara comum, bacana, alegre, musico muitos anos, camarada dos camaradas. Bom na noite, bom no trabalho. Bom para os filhos e para meus pais.
Tá louco, Ceará?
Não. Esse bom, não era tão bom, não era sincero o suficiente. Não era leal cem por cento e meu trabalho não me trazia felicidade.
E eu bebia demais e fazia outras cositas mas. Um baita babaca.
Mudei, radicalmente. E melhorei. Muito, com todos. A recuperação de uma pessoa depende dela mesma, vem de dentro. Não se diz com palavras. “–” Eu errei e vou mudar, agora vai ser diferente.”
Mudar é ter atitude de mudança. As pessoas ao seu lado reconhecem um sinal mudança no cheiro da sua boca, no seu olhar, no seu bom dia. No aperto de mão.O perdão é o início dessa recuperação.Você tem que procurar a doçura em seu coração. A humildade contida dentro dele. Você tem que utilizar o perdão, como gostaria de ser perdoado.Humildemente pedir…e você vai ter uma surpresa.
Estou escrevendo sobre mim mesmo e sobre o perdão porque estou triste pelo Adriano. Ele me concedeu uma entrevista exclusiva este ano e eu entendi o quanto ele está perdido neste mundo que ele mesmo criou ao seu redor. Escrevi sobre mim mesmo, porque quero que ele leia e reflita o quanto todos aqui na terra somos iguais na dificuldade. Mas podemos mudar para melhor.
Adriano tem um longo caminho para percorrer antes de voltar a ser o que foi. Ele pediu perdão várias vezes porque estava errado. Mas suas atitudes mostram claramente a falta de veracidade do que sai da sua boca.
Adriano precisa olhar no espelho de sua alma e pedir perdão pelo que fez com ele mesmo. Essa é a partida a ser vencida, o gol que ele tem que procurar fazer. Sem isso, será esquecido.

Tags : adriano


Nada é mais falso que o mundo da bola.
Comentários 54

Luiz Ceará

É engraçado como a vida no futebol tem sua uma trilha distinta de tudo que eu conheço. É tudo sempre igual, não há novidades no mundo da bola. Estou por aqui tem 35 anos e não há nada de novo. A seleção de 70 era o maior time do planeta. Assombrou. O Santos de Pelé era mágico. Vencer o Boca na Bombonera… nem sonhar!
E o Barcelona de hoje tornou-se algo inimaginável no mundo da bola. Não da para imitar, porque não se tem jogadores á altura.
E nos bastidores então, chega a ser entediante.
De novo, apenas a manada de procuradores. A montanha de celulares que os jogadores usam e os milhares de puxa-sacos de plantão, que parecem mais piranhas no boi que desgarrou da boiada.
O resto é igual. Quem conheceu Garrincha como eu, sabia o que ia acontecer com aquele cara sincero, criança, mas viciado em álcool. A ultima vez que o vi, ele não conseguiu dar entrevista. Uma lástima. Jorge Mendonça tinha a magia nos pés e a bondade no coração. Estive com ele um mês antes dele morrer. Tremia numa cama, magro e sem nenhum pingo de saúde em que pudesse se segurar. Álcool.
Sócrates foi o que foi. E se foi deixando copos vazios e nenhuma responsabilidade com a própria saúde.Nem a espiritualidade que estava seu lado conseguiu salvá-lo da partida.
Hoje vejo Adriano e sinto a mesma sensação. Moço bom de coração, amigo dos amigos da hora, do momento, da infância. Chega ao clube e sente que está tendo o carinho e a compreensão dos companheiros. Pura falsidade. Ninguém em sã consciência gosta de um cara que não treina bem, que tem preguiça, que joga sua saúde fora nas noites de baladas regadas a álcool e não sei mais o que. Ninguém que é profissional gosta do mau companheiro de trabalho. Que ganha, mas não trabalha, que sorri, mas que não ajuda e cujas promessas são palavras ao vento. Um irresponsável. Não quero, mas sinto que Adriano vai seguir o caminho das trevas do futebol. Aquele túnel escuro, sem uma luz lá no fundo.
Ontem em campo contra a Portuguesa, o Corinthians sentiu isso.

Tags : Futebol


Adriano pede socorro.
Comentários 86

Luiz Ceará

Quando Adriano chegou em São Paulo era grande a expectativa com relação à sua permanência no clube por conta de seu comportamento inadequado como pessoa comum em relação a seu desempenho como atleta de alto nível.
Ele vinha de uma situação difícil na Roma.
Eu não julgo Adriano e nem tenho tanta informação de bastidor para uma análise mais profunda. Quero questionar aqui a diretoria do Corinthians e sua comissão técnica.
Ele se contundiu seriamente no inicio dos treinamentos e também por isso não jogou no ano passado tudo o que poderia ter jogado.
Tirando todos esses pontos, vamos à conta final.
Adriano já lutou muito e luta ainda contra o fato de não se conter com relação ao uso de álcool. Não tem ajuda profissional para controlar o vicio e nem espiritual. Bebe e faz questão de não esconder isso. É a vida privada. Então aí você soma as baladas, a falta ao tratamento da lesão e aos treinos, como aconteceu nesta semana. Sobra o que?E com um agravante: ele iria ser utilizado no jogo de hoje. Era presença certa.
Mas a impressão que dá, é que ele não faz muita questão de participar. Deixa isso claro não no que diz, mas na sua forma de agir. Não dá para esconder seu descaso com sua condição de atleta. Não adianta pedir tanta desculpa, porque isso só mostra mais claramente sua fragilidade como ser humano que é. Uma pessoa frágil e debilitada.
Adriano pode vir a ser o jogador que um dia foi, mas está muito longe disso neste momento. Não está perto como dizem a comissão técnica e os dirigentes do Corinthians. O tamanho do buraco na contratação do jogador nem é o prejuízo financeiro, porque ele se paga com o tempo. O rombo é moral. Nem Andrés o presidente que o contratou, nem Ronaldo que fez de tudo para que ele fosse contratado, nem os jogadores do elenco que sempre afirmam que ele é um grande companheiro e nem a comissão técnica que sempre passou a mão na cabeça do desajustado jogador tiveram coragem até agora para dar um basta nessa situação.
Isso é o mais grave e escancara a fragilidade da instituição futebol. O tamanho da mamata. Adriano, se o futebol fosse algo em que se confiar, mesmo sendo o craque que é, deveria ser mandado embora nas bases da lei. Em qualquer empresa séria seria demitido pelo seu comportamento irresponsável. Ou estaria sendo mandado a um tratamento psicológico. Mas no futebol não se age assim.
O futebol é feito de paternalismo e falta de responsabilidade. Adriano é usuário de álcool confesso e por isso tem que ser tratado. Ele,quando falta,é porque não tem mais a responsabilidade profissional de uma pessoa comum. Ele não é comum. O que acontece na vida particular do jogador o leva a ser o irresponsável que é. Quero deixar claro que não estou julgando, mas esclarecendo meu ponto de vista que é a tristeza de ver um cara tão exposto ao ridículo. Um atleta abandonado pelo sistema. Não adianta multar e deixá-lo de fora de uma coisa que ele mesmo não acredita mais. A aposta não deu certo até aqui. Ele não resolveu dentro de campo e fora dele não trouxe nenhum patrocinador. Não ajudou.Precisa alguém ter a coragem de dizer: Adriano, você tem que parar e se tratar.
O resto é balela e jogo de esconder. Próprio do futebol.

Tags : adriano


Na Ilha da Fantasia de Cotia, a batata está assando.
Comentários 11

Luiz Ceará

Quando escrevo algo que o torcedor não gosta aqui no Blog, parece que quero agitar. Não é isso. Normalmente existe uma informação segura e aí vem o comentário em seguida. Para ficar o pensamento completo. Que eu sei, não agrada a todos. E nem é para agradar. É para informar e promover a discussão inteligente dos amigos.
Esta semana eu comentei a desclassificação do São Paulo na Copinha. Empatou com o Sergipe e perdeu para o Barueri.
Hoje o presidente do São Paulo quase teve um ataque de nervos quando falou de sua equipe.
“Vou tomar providências, vou porque não engulo certas coisas. O que vou fazer eu ainda não sei, porque eu agitado faço besteira. Mas a Copinha a gente não pode perder para time juntado. Não posso perder e perdi. Então alguém vai pagar por isso”. Estas são palavras do JJ, ele mesmo, o presidente do São Paulo.
E a coisa não parou por aí.
Sobre a entrevista de Luis Fabiano na Folha de hoje, ele disse que o jogador está coberto de razão, e emendou:” se faltar caráter e comprometimento eu mando embora!”“.
Aí penso duas coisas que queria dividir com o amigo do Blog.
Primeiro que ele ficou muito afastado do futebol no ano passado, preso que estava à questão do Morumbi na Copa do Mundo e na Copa das Confederações. Ainda pensa e age para que o Morumba seja incluído na das Confederações.
Segundo, que ele tem que ver mais de perto o que mais ama no tricolor que é o CT de Cotia. O olho do presidente lá dentro tem outro brilho. Então que ele ponha ordem na casa. Não na preparação e nos funcionários que são de excelência, mas no que normalmente ele não vê. A vida mansa e de estrelas que os “meninos” vivem. Uma coisa totalmente fora da realidade. Não sabem quanto custa uma chuteira, um celular e um brinco de ouro (usam nas horas de passeio). Não tem noção de nada porque são adulados e endeusados por seus pais e procuradores. O CT de Cotia é outro planeta. É irreal. Quem perde com isso é o SP e os próprios jogadores, que cheios de marra, vão enfrentar um time como o Sergipe, feito às pressas, ou o Barueri, lotado de moleque de empresários, e dão com a cara no muro.
Aí entra mais uma palavra do presidente, “Jogador que subiu para o CT da Barra Funda e tiver idade para a Copa São Paulo, vai voltar para Cotia.”
Antes tarde do que nunca.


Oswaldo chega e Luis Fabiano desabafa.
Comentários 27

Luiz Ceará

O São Paulo não para. Deve anunciar até esta tarde Oswaldo que jogou o Brasileiro pelo Ceará, como novo reforço. O jogador estava quase certo no Cruzeiro, mas o São Paulo fez uma proposta melhor para os árabes e levou o jogador.
Em se tratando de negociação, pode dar zebra, mas não é para dar. O martelo foi batido.
Ainda no São Paulo, a repercussão da entrevista de Luis Fabiano ao repórter da Folha Leonardo Lourenço foi devastadora. O jogador abriu a caixa de ferramentas contra o elenco que disputou o Brasileiro no ano passado. Mais.Disse que a diretoria tem parte na “inhaca”- nome no mundo da bola que se dá aos que não querem nada com a responsabilidade – do time no ano passado.
Tudo o que ele disse foi dito pela imprensa claramente e exaustivamente ano passado, mas a diretoria e os jogadores achavam que era má fé dos repórteres.
Ocorre que nós vivemos o dia a dia dos clubes e mesmo que não tenhamos a liberdade de freqüentar os bastidores,digo,os vestiários, reuniões de diretoria e ambiente de concentrações, por exemplo, ficamos sempre sabendo de quase tudo por meio de informantes e contatos. Tem gente que conta até por desabafo.
Foi o que fez Fabiano ontem ao repórter da Folha. Desabafou.
E mandou um aviso ao atual elenco.

Tags : São Paulo


Cotia, o CT de Emerson Leão
Comentários 19

Luiz Ceará

O São Paulo inovou mais uma vez. O CT de Cotia, que eu disse ser o melhor do país e é mesmo, anos na frente de qualquer outro é até quinta-feira o local onde o time principal está treinando na pré-temporada.
A novidade é que o time inaugurou o Hotel, que foi criado por Rui Otake, um gênio. São setenta e dois apartamentos com tudo o que existe de mais moderno. Para que o São Paulo treinasse aqui, quatro novos geradores foram colocados em funcionamento.
O responsável por essa operação foi Leão. Ele veio visitar o CT há meses atrás, trazido de helicóptero por Abílio Diniz. Viu tudo e se apaixonou. Trouxe o time e está extremamente feliz com sua escolha. Amanhã vai haver uma coletiva com o treinador que oferece aos repórteres um churrasco em seguida. Na quinta-feira o Tricolor volta a treinar no CT da Barra Funda e Domingo joga contra o Botafogo no Morumbi.
Rogério Ceni se machucou e não treinou ontem. Foi no ombro. Hoje passa por exames e pode não jogar neste Domingo. Bom para Denis.
Tem repórter que cobre o São Paulo que aposta que este ano será o ultimo de RC.
Só para encerrar, Leão trouxe sua família para visitar o CT ontem. Vieram sua esposa e as filhas. Uma delas é arquiteta e foi visitar o Hotel. Achou simplesmente o máximo.

Tags : Cotia


No Corintians sobra, no Palmeiras falta.
Comentários 21

Luiz Ceará

O Palmeiras apresentou o mesmo time do ano passado, os mesmos problemas e uma solução que pode ser a definitiva na lateral esquerda, se Felipão mudar Juninho de posição. É que ele é também um meia por aquele lado e Felipão disse na coletiva que pode utilizá-lo assim.
O mais era obvio que o torcedor iria chiar com a diretoria pedindo reforços. E gritou forte.
Vamos esperar, porque com este time não vai dar. É pouco.
O Flamengo empatou no segundo tempo com o Corinthians num jogo treino bom para os dois.
Bom para o Corinthians mostrar que continua forte e mais entrosado que no ano passado. Fisicamente em ordem, é candidato a tudo.
Bom para o Flamengo ver que sem Ronaldinho Gaucho o time fica absolutamente comum.
Tem que pagar o cara, já que foi assim combinado. O tempo do fio do bigode já acabou, mas um pouco de seriedade, seria pedir demais?
O Flamengo prepara a viagem para a Bolívia, nesta segunda-feira, onde decide seu futuro na pré-Libertadores.
O Timão enfrenta a Lusa quanta no Pacaembu. Bom jogo. Sábado estréia no Paulistão em Mirassol.

Tags : Corinthians


Jogo que vale só para irritar mais o torcedor do Palmeiras.
Comentários 38

Luiz Ceará

No ano passado o Palmeiras chegou ao fim do poço. Ficou dez jogos sem vencer e lutou muito para não cair.
O time entrou em pânico.
No inicio desta temporada Felipão foi a campo e encontrou o mesmo elenco. Mesmíssimo elenco, com Juninho e Daniel Carvalho como reforços.
Só isso por enquanto.
Perdeu para sempre Marcos, que na verdade já não vinha mais atuando.
Hoje joga uma partida amistosa contra o Ajax da Holanda, que a bem da verdade não é mais aquele.
Vale como festa, vale para o torcedor ver o time que está iniciando a temporada, mas não vale mais que isso.
Não vale pressão, porque Felipão não tem nenhuma culpa de não ter recebido reforços de peso, os chamados camarões.
Vamos ver, nós jornalistas, e vão ver também vocês torcedores do Palmeiras.
Os tempos são difíceis para o verdão.
Esse jogo na verdade, caso o Palmeiras não vença, só vai valer mesmo para irritar o torcedor.

Tags : Palmeiras