Luiz Ceara

Arquivo : novembro 2011

A alma do Vasco x a saga do Timão.
Comentários 33

Luiz Ceará

Eu não disse? Futebol é mais que o que se vê dentro de campo. É alma, é o que se leva na cabeça.
O Corinthians fez a parte dele, mas não combinou que o Vasco tinha que deixar de lado sua gana de dar um título ao treinador Ricardo Gomes.
Ess história acaba Domingo que vem.
No Rio o Vasco pega um Flamengo sempre Flamengo.
Em sampa, no Pacaembu, o Timão decide contra a bola venenosa de Marcos Assunção.
Vamos ver.

Tags : Decisão


A força oculta do Vasco.
Comentários 17

Luiz Ceará

O futebol sempre foi sinônimo de poder. Desde as peladas de rua, onde o dono da bola, que sem sempre era o craque, mandava no time. Escolhia os melhores e quase sempre vencia. Porque no futebol como na vida, tudo não passa de uma caixinha de surpresas.
O jogo só termina quando o juiz apita. Mas ele pode ter feito muita bobagem e o melhor nem sempre acabou de vencer.
Quem é melhor neste Brasileirão? Corinthians ou Vasco?
Pelo que li nos jornais de hoje, nos cadernos de esportes que é a primeira leitura deste repórter, o Timão só não será campeão se houver muita conspiração.
Não é assim, mas não é mesmo. Não fico ao telefone no meu escritório ligando pra um a pra outro pra saber notícias, estou nos treinos. No dia a dia. Olho nos olhos dos jogadores e treinadores. Converso, troco informações e procuro traduzir gestos com a experiência dos meus 35 anos na bola.
Sei que o Timão pode ser campeão, porque, como disse o Tite, merece pelo que tem trabalhado. Vejo isso nos olhos e atitudes do elenco. E Tite, merece.
Mas há um problema. O Vasco. E o que ele se tornou, infelizmente pelo mal que atingiu nosso querido Ricardo Gomes.
O Vasco é outro. Não é movido apenas pela genialidade de Juninho Pernambucano ou de Felipe. Os dois são como vinho envelhecido de forma correta. Saborosos, soberbos.
O Vasco tem uma força que vem do íntimo de seus atletas. Que é maior que a bola que eles estão jogando. O Vasco é um time que joga para ser campeão por Ricardo Gomes. Isso é muito.
Existem forças no futebol que não se explicam.
Dr. Paulo Machado de Carvalho, o Marechal da Vitória de 58 me contou pessoalmente durante uma entrevista para o Fantástico quando eu trabalhava naTV Globo, que na final da Copa ele tinha que explicar aos jogadores sobre a camisa azul. A Suécia iria jogar de camisa amarela. Como explicar aquilo? Não teve duvida. Dia 24 de Junho de 58, às 13 horas, ele entrou no vestiário com as camisas e uma imagem de Nossa Senhora Aparecida nas mãos. “Vamos ser Campeões, vamos jogar com a camisa da cor do manto de Aparecida”. E o Brasil foi Campeão.
Jogou mais que a Suécia, mas tinha na mente dos jogadores um manto azul também.
O Vasco tem Ricardo Gomes, o Corinthians o merecimento.
O que será mais forte?


Boa sorte Andrés.
Comentários 41

Luiz Ceará

Andrés Sanches vai ser o novo presidente da CBF. O caminho está aberto com este convite para ser o Diretor de Seleções, cargo que já sempre foi oferecido a Parreira, que Zagalo sempre sonhou ter e que agora cai no colo do ex-feirante com muito orgulho, como ele sempre diz.
À frente do Corinthians ele fez o grande trabalho. Sua melhor sacada foi repatriar Ronaldo, o Fenômeno. Deu no que deu, uma febre nacional pelo Timão.
Seu pior desempenho foi se aproximar de Kia. Queimou seu filme, mas faz parte de uma trajetória que beirou ao brilhantismo.
Que ele era homem perto de Ricardo Teixeira todo mundo estava careca de saber.
Vai fazer um bom Trabalho à frente das Seleções da CBF? Vai ser campeão?Vai trazer a medalha Olímpica?
Não se sabe, porque ele não joga em nenhuma posição, mas sabe mexer o doce.
Ser empregado desse ou daquele, depende muito do caráter do empregado. Quem tem competência não pode ter medo.
Quem quer mais, não deve ver obstáculo à sua frente, porque eles podem ser superados de muitas formas, inclusive “ataiando”, como se diz na roça, que é a forma de andar por atalhos, nunca pelo caminho principal.
Assim se chega ao lugar desejado.
Da minha parte, não seco ninguém, muito menos meus amigos.
São meus amigos aqueles que freqüentam minha casa, poucos. E também aqueles muito próximos com quem eu não almoço, não janto, não bebo junto, mas admiro muito e respeito.
Esse ultimo caso é o de Andrés. Sorte e um forte abraço.


Guarani já tem nome para presidente e patrocinador.
Comentários 17

Luiz Ceará

Um importante empresário de São Paulo pode ser o novo homem forte do futebol do Guarani. Ele se reúne nas próximas horas com seu parceiro de Campinas, que é quem está trazendo o patrocinador, se esse for o termo certo. Esse representante do empresário deve ser ainda o administrador do dinheiro e é quem vai contratar o diretor de futebol.
O Guarani precisa de gente assim, profissionais da área de administração, para que a gestão possa dar certo. Chega de amadores e abnegados. Futebol hoje é dinheiro e talento. O Santos é um exemplo disso. O Guarani tem condições de crescer e pode fazer isso desde que entenda que existe um novo conceito de times de futebol. A empresa que funciona e dá lucro. Que paga em dia e que produz lucros.
O empresário de São Paulo em questão tem enorme sucesso profissional e uma empresa segura. Vai conversar esta semana ou no máximo a semana que vem com o homem que pode ser apresentado nas próximas horas como o possível presidente.
O nome dele é Claudio Corrente, apaixonado pelo Guarani, e que é, como o possível patrocinador, um empresário seguro. Claudio Corrente é um excelente nome neste momento do Bugre. Tomara que dê certo.

Tags : Guarani


A greve no Guarani não vai resolver
Comentários 9

Luiz Ceará

 

 

 

Hoje os jogadores do Guarani entraram todos na sala de Imprensa do clube. Não foi uma coletiva.

Fabinho falou pelos jogadores. No popular, não afirmou que o time vai fazer greve se não receberem salários atrasados até sexta-feira.

Mas deixou no ar. Isso pode acontecer.

Hoje pela manhã eu disse que Beto Zini, ex-presidente gostaria de voltar. Mas tarde ele afirmou para o mesmo amigo comum que me tinha dado a informação que ele queria voltar, que ele aceitaria é ser Diretor de Futebol, não Presidente do clube.

Mexer o doce se o amigo me entende.

O Guarani não precisa neste momento de mais um com esperança. Precisa de um profissional do ramo de administração, com uma equipe confiável e um planejamento de alto nível. Não vão faltar investidor e empresários sérios com jogadores que precisam aparecer com uma camisa como a do Bugre.

Aí sim, o Guarani vai decolar.

Como merece. Chega de amadores.

Ao Guarani, depois de chegar ao fundo do poço, sobrou uma camisa verde e cheia de glórias.


O Timão tem um plano para o ano que vem. Só falta ganhar o título.
Comentários 24

Luiz Ceará

Um passarinho me informou o plano da diretoria do Timão caso o time seja Campeão Brasileiro.
Tite fica e vai dirigir o time na Libertadores.
Ronaldo entra com tudo com sua empresa para remontar o time que terá a missão principal de ser Campeão da Libertadores.
Para isso André terá que fazer seu substituto, o que digamos, com o titulo de Campeão Brasileiro será moleza.
E Adriano¿ O torcedor não se esquece do gol de Domingo passado, e nem a diretoria, mas ele vai ter que suar a camisa. Sua permanência está longe de ser certa. Ele sabe disso, e até por saber que sua batata está no forno, está aumentando sua carga de treinos. Esta manhã estava na arena, suando debaixo da chuva fina.

Tags : Corinthians


A volta de Beto Zini ao Guarani.
Comentários 6

Luiz Ceará

O Guarani por meio de Assembléia de associados mandou embora sua diretoria. Já foi tarde. Fizeram um péssimo trabalho. Agora o que vai acontecer é o seguinte: em nova Assembléia vai se discutir quem será o presidente tampão, ou se alguém assume com todas as responsabilidades e encargos.
Tem um nome que está na boca do torcedor. Beto Zini. Em conversa esta manhã com um amigo comum ele disse que topa. O filho de Beto Zini, Nenê, tem uma empresa que agencia jogadores. Com mais uns dois ou três empresários, pode dar certo.
Desejo boa sorte ao novo Bugre.

Tags : Beto Zini


A hora de Cesar Sampaio.
Comentários 30

Luiz Ceará

Ainda sobre a entrevista de Arnaldo Tirone na sexta-feira na Band, eu me esqueci de dizer duas coisas.
Primeiro que Kleber estava fora do time quando vieram as derrotas para Fluminense, Figueirense, Atlético Mineiro e Coritiba. E Felipão reclamando do time.
Depois, veio Cesar Sampaio, ídolo do clube de uma época em que o Palmeiras vencia campeonatos. Conversa boa e olho no olho ele se reuniu com o time depois da derrota para o Coritiba e o Palmeiras começou a crescer aos poucos, até vencer o Bahia.
Portanto, para bom entendedor, sem ser treinador e apenas trabalhando o moral do grupo e injetando confiança, Cesar Sampaio está fazendo a parte dele, e bem.
Pra este repórter, foi depois dele que o Palmeiras começou a se estabilizar. E só depois dele, um gol do presidente Tirone que eu não tinha anotado.
Está corrigido.


A Capital do Futebol.
Comentários 7

Luiz Ceará

Ponte Preta – Carlos, Jair Picerni, Oscar, Polozi e Odirley. Wanderlei Paiva, Marco Aurélio e Dicá. Lucio, Rui Rei e Tuta.
Guarani – Neneca, Mauro, Gomes, Edson e Miranda. Zé Carlos, Zenon e Renato. Capitão, Careca e Bozó.
Estes dois times fizeram com que a cidade de Campinas fosse chamada pela imprensa de todo o país de “A Capital do Futebol”. Justo. O bugre foi, com este time, Campeão Brasileiro de 78 e a Ponte Preta, fazia qualquer time do país entrar na roda e por uma situação até hoje não explicada totalmente, embora desmentida a farofa, perder a final Paulista para o gol de Basílio.
Ontem os dois times penaram, para não dizer que quase mataram de sofrimento seus torcedores, os que ainda restaram na cidade que um dia foi a chamada Capital do Futebol.
A Ponte tomou 1 a 0 do ABC e depois fez 4 a 1. Festa e muita festa depois de cinco anos de segundona. A Macaca subiu para a Série A.
O Guarani estava livre do rebaixamento até os 45 do segundo tempo, vencendo o fraquíssimo Salgueiro também por 4 a 1. O São Caetano calou o Barradão e venceu de virada do Vitória. Assim, saiu da zona da morte e fez com esse resultado que o Guarani tenha que lutar por um empate para não cair na próxima rodada.
Sobre o Guarani mais uma coisa. O torcedor bugrino tem obrigação de ir ao estádio sábado, no ultimo jogo do Campeonato contra o Goiás para aplaudir seus jogadores. Eles não recebem salários há quatro meses e ainda estão lutando pela honra de não deixar o time que foi Campeão Brasileiro cair para a Série C.
Aqui não se comenta se o time é bom ou ruim. Aqui se fala de honra, de ser macho, de ser guerreiro e de profissionalismo. De heroísmo. Ou não? Se o Guarani não cair e um empate basta para isso acontecer, o Guarani pode mudar. Esse fato, inédito até que eu saiba, no futebol brasileiro, tem que mudar o bugre, sua história.
Deve haver na cidade, alguém que neste momento esteja escondido na vergonha, capaz de fazer com que o torcedor bugrino volte a sorrir.

Tags : Campinas


Tirone não entendeu. Paulinho pisou na bola.
Comentários 61

Luiz Ceará

Esta tarde nós do SPA na Band entrevistamos Arnaldo Tirone presidente do Palmeiras. E pelo pouco tempo que temos para fazer as perguntas,mais a questão técnica, porque eu fico sempre no Link, quer dizer, não é uma entrevista em que eu estou na frente dele, Tirone não entendeu a pergunta que eu fiz a ele.
Perguntei sobre o caso Pierre. Ele foi praticamente mandado embora do Palmeiras pelo treinador que não queria mais utilizá-lo. Evidente que não foi Felipão quem fez o serviço, mas um de seus assessores diretos. Porque?
Porque o grupo da comissão técnica queria outro jogador. O jogador no caso veio e não resolveu o problema que Felipão achava que Pierre não estava resolvendo. No banco de reservas, Pierre ficou por vários jogos com a camisa 200 e um agasalho por cima. Se entrasse, faria seu jogo 200 pelo clube.
Pierre foi para Minas sem jogar seu jogo 200, e em pouco tempo já era o principal jogador da rodada, eleito pela imprensa esportiva de BH.
Para o Palmeiras de Felipão ele não servia. E agora, que vai voltar, vai servir?
Tiroe não respondeu acredito que porque não entendeu, mas disse que Pierre estará de volta ao elenco para 2012. Bom para o Palmeiras.
E eu perguntei se ele não se sentia com força para ser presidente, já que toda a imprensa de SP informa que sempre quando há um problema ele está viajando. Pelos problemas que eu citei acima, ele também não entendeu e respondeu que “eu estou viajando pelo Palmeiras,e não às custas do Palmeiras”, coisa que eu não duvido e nem tenho o direito de desconfiar. Seria leviano.
Quanto a fazer cobranças ao treinador- que fala mal do time e do elenco em publico, e que tem sérios problemas com o grupo e com funcionários do clube – e isso não é mentira, todos os presidentes fazem, e falam grosso mesmo, porque tem a responsabilidade de dirigir centenas de pessoas e ainda a obrigação de dar satisfações para milhares de torcedores. É normal.
Penso que a entrevista não foi senão uma maneira dos palmeirenses saberem um pouco mais sobre o comportamento de seu presidente, uma vez que ele teve a oportunidade de falar o que tinha vontade.
Tirone, um cara educado e gentil, foi muito bem.

BLOG DO PAULINHO
Tenho respeito por todos os companheiros de imprensa e Paulinho está incluído. Apenas sei com certeza que ele não participa das reuniões do SPA e portanto, não tem conhecimento do que se trata lá dentro e muito menos autoridade moral para duvidar da lisura deste repórter. Menos meu garoto, muito menos.

Tags : Tirone